DEUS




>

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

PROVE SEU AMOR PELO SENHOR

“A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei” (Romanos 13.8).

Toda orientação contida na Palavra de Deus deve ser seguida, inclusive a que condena o ato de tomar algo emprestado de alguém, pois quem o faz declara que não tem amor pelo Senhor Jesus.

Tudo de que precisamos deve ser suprido pela fé. Basta determinarmos para termos o poder do Altíssimo operando em nosso favor. No entanto, quem desce ao Egito para resolver seus problemas pode estar acrescentando mais alguns à sua lista. Abraão, por exemplo, desceu ao Egito por causa da fome em Israel e quase perdeu a esposa (Gênesis 12.10-20). Quem é de Deus e não vai ao Senhor para suprir suas necessidades, mas procura ajuda como o homem natural o faz, passa por apuros, pois as leis desse mundo, no mínimo, trarão grande sofrimento para a alma.

Se cremos no fato de que a Bíblia é a Palavra de Deus, temos de aceitar que tudo o que nEla está escrito é a vontade divina e os mandamentos nos foram dados para serem obedecidos. Quem os seguir receberá a recompensa e, se tiver prazer em cumprir o que lhe foi ordenado, descobrirá que os mandamentos não são difíceis de serem observados. No entanto, para os que os desprezam está reservado o castigo.

Pode parecer simples o ato de tomar algo emprestado, mas, na verdade, ao praticá-lo, estamos declarando que não amamos Jesus. O mesmo faz quem adultera, rouba ou transgride qualquer ordenança divina. Só ama o Senhor quem tem Seus mandamentos e os guarda (João 14.21).

Não devemos lançar mão de nada para suprir nossas necessidades. Se há um problema, a maneira mais fácil de resolvê-lo é usar a fé – e é bom lembrar que é pecado tudo o que não provém da fé. Então, quem faz uso de outro meio para se livrar de alguma provação está cometendo transgressão.

Cristo declarou que nos veio dar vida, e vida com abundância (João 10.10b). Como sabemos que Ele não mente, devemos buscar essa vida plena declarada pelo Mestre e desfrutar dela, pois, certamente, Ele não fracassou em Sua missão.

No Evangelho, descobrimos que podemos determinar tudo o que aprendemos ser nosso. Deus nunca deixou de suprir aqueles que Lhe serviram no passado e, hoje, Ele continua o mesmo. Por isso, fará o que for preciso para quem ousar crer em Sua Palavra e agir em Nome de Jesus. Em meio à necessidade, quem deposita sua confiança no Senhor recebe a recompensa, como o pescador que lança o anzol e tira moedas da boca do primeiro peixe que fisgar (Mateus 17.24-27).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário